quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Jaboatão sanciona lei que promete castrar cães e gatos

O objetivo é controlar a super população de cães e gatos no município

Uma antiga reivindicação de ONGs que defendem os animais, finalmente foi atendida em Jaboatão dos Guararapes. No início deste mês, a prefeitura sancionou a  lei 450/10, que pertente controlar a superpopulação de cães e gatos no município, através da esterilização gratuita destes animais. 

De acordo com o texto da lei,  publicado no Diário Oficial do dia  01 de Outubro de 2010, primeiramente o município fará parecerias com as clínicas veterinárias de Jaboatão aptas e interessadas em fazer o procedimento. Em seguida, o Centro de Vigilância Animal  de Jaboatão (CVA) vai realizar uma campanha para cadastrar os donos de animais interessados, encaminhando-os posteriormente para as clínicas credenciadas que farão o procedimento gratuitamente em até 30 dias.

Só poderão se cadastrar pessoas de baixa renda (critérios ainda não foram especificados). Os valores destinados aos custos do projeto  não foram mencionados.  A secretaria de saúde também não informou quando a campanha de conscientização da população e os procedimentos  terão início. 

Assim que eu tiver maiores informações aviso para vocês. Mas já vou elogiando a atitude da prefeitura, pois é muito triste ver animais  se reproduzindo sem controle, sendo soltos e maltratados na rua. É muito importante conscientizar a população da importância de esterilizar, ou controlar a reprodução desses animais através de métodos contraceptivos (vacinas, por exemplo). Eu espero que esse lei saia do papel o mais rápido possível. O blog vai acompanhar.

2 comentários:

Thais disse...

É muito importante que os donos de animais tenham a conciência do bem que a castração trás aos bichinhos!!
São inúmeros os benefícios... Nada de fugas, nada de reprodução indesejada, nada de câncer (fêmeas em especial), entre outros!!
Espero que a prefeitura realmente abrace essa causa!!

Herbert Fernandes disse...

Concordo com você Tais. É muito importante a esterelização dos animais. Mas espero que eles não utilizem como critério para o procedimento apenas quem ganha o bolsa família ou algum benefício social do governo. Não é apenas cachorro e gato de pobre que se reproduz e são abandonados na rua. Por isso acho que a lei deveria ser para toda a população interessada, independentemente de classe social.