domingo, 5 de fevereiro de 2012

Morador diz que prefeitura de Jaboatão beneficia invasores e aponta irregularidades em pavimentação de rua em Piedade

Para não retirar invasão, prefeitura está estreitando parte da rua, deixando-a praticamente sem calçada

 Perceba na imagem que o lado esquerdo da rua ficará sem calçada em virtude da ocupação irregular

O morador José Carlos Alves entrou em contato com o blog para reclamar de possíveis irregularidades na pavimentação da Rua Maestro Nelson Ferreira, localizada no bairro de Piedade. De acordo com o morador, a prefeitura simplesmente modificou o traçado original de um trecho da rua, diminuindo sua largura de 9 para 6 metros, deixando o lado esquerdo deste trecho da via sem calçada.

Ainda de acordo com o morador, a tática da prefeitura de estreitar a rua seria para não pagar indenizações aos que invadiram o espaço público - "Desviaram o curso da rua para o lado direito, beneficiando quem a invadiu e prejudicando quem paga IPTU e tem seus imóveis regularizados. A rua está sendo pavimentada de maneira que seremos prejudicados no futuro. Vamos ficar com um lado da rua sem calçada! A mesma sofria com algumas invasões que já foram indenizadas na gestão passada, faltando retirar o restante, que são 08 imóveis" - reclama o morador. 

O morador disse ainda que procurou pessoalmente o prefeito Elias Gomes, informando-lhe do problema, mas até agora nenhuma ação foi tomada e os trabalhos de pavimentação da rua continuam, mesmo que de forma errada.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------
P.S do Blog - invasões são um problema grave em Jaboatão. As gestões passadas praticamente incentivavam este tipo de prática, fazendo com que a zona sul e quase todo município sofresse um acelerado processo de favelização. Hoje, a atual administração reconhece que está tendo problemas para executar as obras em virtude das invasões, principalmente a abertura e pavimentação de ruas. Mas cá entre nós... se está fazendo, o que custa fazer bem feito?

É inadmissível uma gestão que critica tanto os governos passados (e com razão), fazer arrumadinhos e executar obras de qualquer jeito, sem planejamento urbano, numa época que se fala tanto em mobilidade e acessibilidade. A atual administração não estaria cometendo o mesmo erro das gestões passadas? 

Estreitar um trecho da rua ao ponto de deixá-lo sem calçada é o  típico "jeitinho" brasileiro de se resolver os problemas de maneira fácil, sem nenhum critério. Este tipo de "obra", feita de qualquer jeito, ao invés de ajudar, atrasa ainda mais o desenvolvimento da nossa cidade.  Esperamos que após o apelo do morador a prefeitura reveja este projeto e faça o trabalho de forma correta. Estamos de olho nesta e em todas as obras.

6 comentários:

BLOG DA SEGURANÇA DE PERNAMBUCO disse...

JABOATÃO DOS GUARARAPES É O ÚNICO LUGAR DO MUNDO QUE ALGUÉM PODE CONSTRUIR UMA CASA NO MEIO DA RUA E TÁ TUDO CERTO.

fabio pinto disse...

É uma vergonha um prefeito mandar pavimentar uma rua que tem 9 metros de largura e reduzir para 6 metros haja vista que pessoas invadiram o espaço público irregularmente.
Cadê os órgãos da prefeitura responsável pelo controle urbano?
A Secretaria de Obras irá continuar esta vergonha?

fabio pinto disse...

Construções ilegais atentam contra o direito de ir e vir de pedestres e veículos em grande parte da cidade de Jaboatão dos Guararapes. São o retrato vivo das vistas grossas feitas pela prefeitura ao longo de décadas e que continua na atual administração. Os atuais administradores agem como se fiscalização fosse exercício praticado uma vez na vida, outra na morte.
Alguém responsável da prefeitura irá alegar que disponibiliza de um quantitativo pequeno de servidores para fiscalizar as ações de controle urbano no município e que a área territorial é muito grande.
Segue abaixo alguns questionamentos:
1. Já se passaram 3 anos da atual administração, tal período foi suficiente para realizar um levantamento de cada secretaria, se o efetivo é pequeno porque não realizou um concurso público, uma vez que todos sabem do problema?
2. Porque as regionais não fiscalizam o espaço territorial que é responsável e notificam os ocupantes irregulares do espaço público a deixar o local?

johnny disse...

A principal rua de acesso ao UR 11, em Marcos Freire está sendo pavimentada sem calçamento. A rua é tão estreita que dois carros pequenos não passam ao mesmo tempo.

Depois eu coloco as fotos.

Ricardo Lima disse...

Herbert, será esse o motivo da não abertura, ate a presente data, da avenida Aniceto Varejão? Você tem alguma novidade a respeito dessa obra? Sempre questiono através do twitter e do facebook a prefeitura mas nunca me respondem. A promessa era de conclusão de toda a obra de abertura e pavimentação até a Lagoa em novembro de 2011. Apenas promessa.

Herbert Fernandes disse...

Ricardo, estou reunindo todas as informações que preciso, mas fique tranquilo que vou falar da Aniceto Varejão, em breve.