segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Mesmo sem ser candidato este ano, Adelson Veras continua chamando Elias Gomes de pinóquio e cobrando obras que o prefeito prometeu e não cumpriu

Caro Herbert

Nunca na história desta cidade, um político mentiu e enganou tanto o povo como o atual gestor, seguidor dos maus costumes do pequeno falastrão PINÓQUIO. Se em três anos de governo, ele se quer realizou 30% do que prometeu, como em apenas um ano irá cumprir com essas novas promessas, de construir 30 escolas?

Das cinco policlínicas prometidas, apenas a CARNEIRO LINS, que se arrastou por mais de dois anos, foi concluída e, ninguém sabe na realidade, quanto foi gasto naquela obra. Eu tenho sempre dito, que prometer e não cumprir, é crime de consciência, onde o autor, poderá pagar um preço alto quando segue este caminho. 

Em 07 de julho de de 2011, o prefeito falastrão, convocou a imprensa e apresentou um pocote de obras, intitulado pela imprensa como o PAC de Elias. Estamos em fevereiro e, pouquíssimas coisas foram realizadas. Entre tantas, a construção de 08 unidades de saúde, pavimentação de 227 ruas, construção de uma UPA em SOTAVE, reforma do CINE TEATRO SAMUEL CÂMPELO, o BINÁRIO ligando a ESTRADA DA BATALHA até as praias, uma POLICLÍNICA em Jardim Jordão, etc.

Foram tantas promessas que nem ele mesmo lembra mais o que falou. Ele deveria ter mais respeito com o povo que lhe confiou o mandato, na ilusão que seria o salvador da pátria. No entanto, o povo novamente foi enganado pelo um político matreiro, experiente que se utiliza das velhas e enfadonhas práticas de fazer politicagem. 

As eleições estão se aproximando, mesmo não sendo candidato, estarei nas ruas cobrando as promessas e os compromissos assumidos e não cumpridos. O povo merece respeito, ser agraciado com obras importantes para que ele possa desfrutar de uma qualidade de vida decente, direitos que rezam na constituição Brasileira. Estamos nos aproximando do período das chuvas e, um plano de contenção as enchentes, ainda não foi apresentado pela prefeitura, para amenizar o sofrimento daqueles que mais sofrem neste período.

Um abraço,
Adelson Veras - PGTdoB
Pres. da comissão estadual PE.

Um comentário:

Paulo Oliveira disse...

Boa!

Cobra mesmo, Adelson!