terça-feira, 12 de abril de 2011

Prefeitura de Jaboatão não cumpre prazo e rua continua alagada

 Imagem: Globo/NE
Do Portal PE360graus

A rua Sucupira do Norte, na comunidade do Vietnã, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, é alvo de muitas reclamações da população. Os moradores reclamam que lá falta saneamento e o esgoto passa no meio da rua, que tem um quilômetro de extensão. Esta é a terceira vez que o Calendário NETV visita o local.

"Sempre que chove a gente tem que sair de casa com os sapatos na mão", afirma a balconista Cleide Nunes. A estudante Mayara Nunes tem 11 anos e todo mundo no colégio sabe que ela mora numa área que alaga. "Todo mundo tem preconceito, porque onde eles moram não tem alagamento", lamenta, envergonhada.

O vendedor de caldo de cana Reginaldo Francisco Carlos se preocupa não apenas com as pessoas que não querem pagar o lanche. "Há muito tempo a gente convive com isso. Para passar com a carroça é uma dificuldade", reclama.

O jeito é improvisar e construir batentes para impedir que a água entre nas casas. Foi o que fez a família do diagramador Higor Carvalho. "Quando passa caminhão, faz aquela correnteza, que manda água para dentro das casas", conta.

Nesta época do ano, em alguns trechos, a água da chuva se mistura com a de esgoto. O vendedor José Torres dos Santos tem 74 anos e, para trabalhar, tem que usar botas para não pegar doenças. Ele tem uma barraca de bebidas no local há 12 anos. "A gente fica dentro d'água. Não tem como trabalhar no inverno", afirma.

O Calendário NETV já esteve na rua outras duas vezes. No dia 9 de setembro de 2010 foi mostrado que não havia rede de esgoto. A Prefeitura de Jaboatão disse que estava fazendo um projeto para acabar com o problema. A equipe voltou no dia 4 de outubro do ano passado e o gerente de Obras do município, Roberto Rocha, apresentou um projeto e disse que o alagamento na rua Sucupira do Norte estava com os dias contados. De acordo com ele, em abril de 2011, o serviço de pavimentação seria concluído. Mas seis meses se passaram e a solução não chegou. Quando o prazo não é cumprido, o Calendário NETV volta para cobrar.

"A empresa contratada disse que por conta do aumento do número de obras está faltando mão de obra. Mas não aceitamos e notificamos a empresa, que nos apresentou um novo cronograma. No dia 31 de maio será conncluída esta obra", afirmou Roberto Rocha.

-------------------------------------------------------------------------------- 
P.S. do blog - incrível a declaração de Roberto Rocha! "A empresa contratada não fez o serviço porque falta mão de obra". Então quer dizer que a prefeitura contrata qualquer empresa, paga pelo serviço e o mesmo não é executado com uma desculpa esfarrapada dessa? É para isso que serve nosso IPTU, para pagar empresas licitadas que não respeitam os contratos?  Excelente escolha a da prefeitura! Deveriam melhor selecionar as empresas. Quem sabe assim as obras sairiam do papel aqui em Jaboatão...

Um comentário:

Renata disse...

Roberto Rocha é mestre em fazer declarações incríveis, afinal foi o próprio que me garantiu que incrivelmente as águas da chuva que se acumulam no trecho problemático e mais baixo da Rua Jangadeiro iriam contrariando a lei da gravidade escoar no trecho elevado em frente a obra da Tenda. É incrível ou não é??? Desde quando a força da gravidade faz as coisas subirem do nada??? Meu sonho de consumo é encontrar o Sr Incrível em dia de chuva aqui onde as águas não estão "subindo pra cima".