domingo, 9 de maio de 2010

Jaboatão dos Guararapes entre as 10 piores cidades do Brasil na coleta e tratamento de esgoto

Lagoa Olho D'água recebe milhares de litros de esgoto sem tratamento todos os dias. resultado: está assoreada e corre o risco de desaparecer, causando sérios danos sócio ambientais


Não é de hoje que o nosso blog vem mostrando insistentemente a falta de investimentos por parte do município de Jaboatão e da Compesa em saneamento básico. Para confirmar o que falo todos os dias aqui, o Instituto Trata Brasil publicou um estudo que coloca Jaboatão dos Guararapes entre as 10 piores cidades quando o assunto é saneamento básico.

O estudo analisou 81 cidades com mais de 300 mil habitantes (de 2003 a 2010) e se baseou em informações coletadas do Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS), divulgado anualmente pelo Ministério das Cidades.

Entre os municípios pesquisados, muitos avançaram significativamente, como é o caso de Ribeirão Preto - SP, que subiu da 19ª posição para o 6º lugar no ranking. Se antes Ribeirão Preto tinha apenas 38% de esgoto tratado, hoje esse índice chega aos admiráveis 70%. Uma prova de que é possível melhorar com vontade política.


Realidade bem diferente enfrenta Jaboatão dos Guararapes. Nossa cidade, que tem cerca de 678 mil habitantes, ocupa a 76ª posição, tendo apenas 8% de todo o seu esgoto tratado. Os outros 92% são despejados sem nenhum tratamento em nossas praias, rios, córregos e aqui na nossa Lagoa Olho D'água.


No nosso Estado, Olinda ficou em 61ª posição e Recife na 48ª.




pesquisa Trata Brasil
Ainda de acordo com o Instituto Trata Brasil, muitos municípios não avançaram nessa questão por não elaborarem Planos Municipais de Saneamento, de acordo com a lei 11.445/07. Sem esses planos fica difícil consegui financiamentos para investimentos no setor.


O estudo aponta ainda que, entre as cidades que ocupam as 10 melhores posições, 5 são compostas por empresas de saneamento estatais, 3 por empresas municipais e apenas 2 por parcerias público privada (PPP). O que nos faz concluir que as empresas estatais, como a Compesa, podem avançar nessa questão se trabalharem com responsabilidade e planejamento.

Para ter acesso release do Trata Brasil, com mais informações detalhadas, clique aqui (arquivo em PDF)

Para conhecer a lista completa das cidades, além da relação das 10 melhores e piores na questão do saneamento básico clique AQUI

Colaborou para esse post o Blog Jaboatão Vive!

E você? Sugira como Jaboatão pode avançar na questão de saneamento básico. Deixe seu comentário. Participe!

LEIA TAMBÉM A ENTREVISTA COM O TRATA BRASIL, EXCLUSIVA PARA O NOSSO BLOG NO LINK ABAIXO:

Entrevista: Instituto Trata Brasil fala com Exclusividade ao nosso Blog sobre o Estudo que Colocou Jaboatão como a 6ª pior Cidade em Saneamento do Brasil


10 comentários:

florgarrafas disse...

Olá moro em Jaboatão e não consigo visualizar nenhuma política para melhorar a qualidade de vida da população, até quando?....

fatimamss55 disse...

Moro em Candeias, a 500 metros do mar, há 25 anos, o iptu identifica como classe média, mas a rua não é calçada nem saneada, quando comprei meu ap, tinha esperanças, já estou idosa, será que vou conseguir VER esse sonho algum dia?
Fátima Marques

Anônimo disse...

Moro em Jardim Prazeres,fico muito triste quando temos que ver nossos direitos sendo violados pois está na constituição federal o dever dos governantes para com os cidadãos mas infelismente temos que apelar para Deus para que nos proteja das doênças causadas pela falta de saneamento básico e de uma politica pública mas democratica que tenha bons ouvidos para ouvir a voz das pessoas e simpliscidade para fazer pelo menos o mínimo daquilo que merecemos.Segue um bom exemplo nossa Lagoa já era para ser um Cartão postal de Jaboatão,mas acham melhor ela estar na mídia como uma transmissoram de doênças:esquisossomose,problemas pele entre outras.
Amanda

Anônimo disse...

Vergonha! kd o novo prefeito que não faz nada?

Anônimo disse...

Os dois grandes problemas do município de Jaboatão dos Guararapes são: o seu grande tamanho associado ao descaso administrativo de seus governantes que desfrutam dos recursos gerados nesta localidade apenas para seu próprio beneficio, tendo como resultado uma soma de mazelas geradas em mais de um século e que não tem solução imediata. No meu ponto de vista, somente uma divisão politica ajudaria este munícipio que tem como carma para sua população, o descaso. Acho que se reduzirmos o tamanho do munícipio em partes, talvez ficasse mais fácio a administração. O conselho que damos aos moradores daqui, eu sou um deles, é em primeiro lugar, orar a Deus para enviar iluminados honestos que tenham orgulho da terra e administrem bem este reduto, e depois, votar bem para que a ajuda de Deus se concretize.

Anônimo disse...

Há, esqueci de dizer no comentário acima.
Jaboatão é um Município sem leis urbanas, engenharia de tránsito, gestão de saúde, educação,projetos ambientais, padronizações, etc, etc.....Tudo é feito de forma improvisada, sem técnica, sem término. Tudo aqui é feito pela metade. Tem um começo tosco, um meio sujo e sem fim. Vejam as obras de recuperação viária ou as soluções para evitar os alagamentos culturais e anuais que temos no municipio. Prestem atenção nestas obras, se é que existe alguma, e vocês concordarão comigo.

Samanta disse...

O pior de tudo é a omissão da prefeitura, que evitou tocar no assunto e não a devida importância ao estudo. Varrer o problema pra baixo do tapete mostra o quanto esse governo é despreparado. Vale mais manter a pose do que discutir os problemas da cidade.

Henrique disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Henrique disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Stevao disse...

Faço parte da comunidade que fica próximo da escola Municipal José Rodovalho em Piedade,todos nós sofremos a falta de saneamento básico e inundação de águas contaminadas pelas fossas e esgotos a céu aberto.Dentro da escola em frente a sala de crianças com idade mínima de 5 anos temos água de fossa estagnada há dois anos,sem nenhuma solução até agora.Apelo por uma solução.