quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Poste em péssimo estado de conservação pode desabar na orla de Candeias, em Jaboatão


Em péssimo estado de conservação, um poste da rede elétrica pode desabar a qualquer momento na orla de Candeias, em Jaboatão. Localizado em frente ao edifício de número 4535, numa área com restaurantes e com grande fluxo de pessoas, o poste está com ferros expostos e toda sua estrutura ameaçada, como você pode conferi na imagem feita pelo nosso blog.

Será que a Celpe está esperando alguém morrer para fazer a manutenção ou substituição desde poste? 

Jaboatão divulga resultado final de seleção simplificada para professores

Os inscritos para seleção simplificada para professores já podem conferir o resultado final, após recurso, no portal http://sedes.jaboatao.pe.gov.br/. Os aprovados serão convocados gradativamente pela Secretaria Executiva de Educação, de acordo com a necessidade. 

As áreas solicitadas foram: professor II das disciplinas de Matemática, Ciências, Geografia e Educação Física; professor comunitário do Programa Mais Educação; supervisor do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI; monitor do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI; intérprete de Libras; e brailista.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Repórter da Globo desmente secretário de obras de Jaboatão

   Imagem reprodução TV Globo

Durante uma reportagem exibida no NETV de hoje, o repórter da TV Globo, Ronan Tardin, desmentiu o secretário de obras de Jaboatão Evandro Avelar, que disse que uma rua de Jardim Jordão tinha tido a acessibilidade devolvida após "obras" da prefeitura. Esperto, o jornalista foi na rua e desceu no meio ao barranco alfinetando o secretário:


"Para o secretário municipal de obras, a acessibilidade dos moradores foi devolvida. Eu gostaria de saber que acessibilidade é essa, né secretário?" disse o repórter se equilibrando para descer o barranco. "Evandro Avelar disse ainda que a coleta de lixo foi retomada, o que não é verdade. O caminhão está passando aqui por baixo e os moradores tem que de descer com lixo e colocar o lixo aqui em baixo se quiser que o caminhão faça a coleta" - complementou o repórter. "Além do mais, para a prefeitura de Jaboatão a rua está exatamente da mesma forma que estava antes da obra do sistema pirapama passar por aqui" - continuou o Renan Tardin já na parte de baixo da rua e indo entrevistar uma moradora para comprovar que Evandro não estava falando a verdade:


- "É verdade isso? - pergunta o repórter a uma moradora.

- A rua não está do mesmo jeito do que antes das obras da Compesa. A rua está pior, porque eles jogaram uma matralha que quando começar a chover vai arrastar tudo. E o caminhão do lixo passa sim, mas na rua de baixo. A gente quer que recomponha a rua, a gente quer entrar nas nossas casas com o carro e a gente não está podendo fazer isso" - respondeu a moradora. 

Para finalizar a matéria, o repórter marcou no famoso calendário do NETV a data do dia 22 de maio para voltar na comunidade e ver se algo foi feito. Será que dessa vez Evandro recupera de verdade a acessibilidade da rua? 

Confira o vídeo completo clicando aqui.


Jaboatão anuncia conclusão de habitacional atrasado e construção de novas moradias populares

Prometido desde 2005, Márcia Albuquerque I estava deste jeito em março do ano passado

Em reunião que aconteceu ontem com representantes da Caixa Econômica Federal e integrantes do Movimento de Luta nos bairros, vilas e favelas (MLB), a prefeitura de Jaboatão anunciou a conclusão do Conjunto Habitacional Márcia Albuquerque I, em Barra de Jangada, além da construção de um novo habitacional no bairro de Cajueiro Seco, que será chamado de Márcia Albuquerque II.


De acordo com o secretário executivo de Habitação e Saneamento do município, Inaldo Campelo, a contrapartida da Administração Municipal para a instalação do novo conjunto habitacional de interesse social foi a doação do terreno em Cajueiro Seco, que possui uma área de 16.128 m². A obra, que será administrada pela Caixa e pelo MLB, terá um investimento no valor de aproximadamente R$ 10 milhões e será financiada pelo programa “Minha Casa Minha Vida Entidades”. 


Ainda segundo Inaldo, a iniciativa foi construída para reassentar moradores de comunidades carentes de Jaboatão. “Um estudo realizado permitiu o mapeamento de locais com elevado índice no déficit de moradia do município. A partir desta identificação, foram cadastradas famílias que irão se beneficiar com os apartamentos”, afirmou. De acordo com a Caixa Econômica Federal, a previsão é que as novas unidades residenciais sejam entregues no período de doze meses. 

Obras do Habitacional Márcia Albuquerque I atrasadas 

Assim como várias obras em Jaboatão, a conclusão da construção do conjunto residencial Márcia Albuquerque I também está atrasada. As moradias de interesse social estão sendo feitas para abrigar os moradores afetados pelas cheias do ano de 2005. De lá pra cá, as obras se arrastam...

Em março de 2012, Eliezer Costa (vereador eleito na época), enviou imagens ao nosso blog com as obras paralisadas. Em seguida, a prefeitura de Jaboatão anunciou a retomada dos trabalhos de construção do habitacional, que já haviam sido paralisados em 2008 e 2009.

O novo prazo de conclusão do Márcia Albuquerque I é no segundo semestre deste ano. Será que desta vez a prefeitura vai cumprir o prazo?

Vereador Robson Leite diz que vem tentando desde 2009 implementar TV Câmara de Jaboatão

De acordo com o vereador ainda falta verba para que o projeto se concretize  

Vereador Robson Leite (PT)
Após publicarmos que alguns vereadores de Jaboatão estavam resistentes a criação de TV Câmara Municipal, que teria transmissões das plenárias ao vivo através da Internet, a assessoria do vereador Robson Leite (PT) entrou em contato para acrescentar a informação que a criação da TV câmara foi proposta por ele e que o vereador vem lutando para implementar o projeto.

De acordo com a assessoria Leite, o petista entregou requerimento ao presidente da casa em 2009 solicitando a criação de TV Câmara de Jaboatão. O vereador Neco (PSC), na época presidente do legislativo, recebeu o requerimento e se comprometeu a dar continuidade ao projeto. 

Em 2011, Neco disse que o projeto estava caminhando e chegou a anunciar que "em breve" (sem especificar a data) Jaboatão teria uma TV na web que pudesse transmitir o que se passa nas plenárias. De lá pra cá o projeto ficou engavetado e só neste ano o novo presidente da câmara, o vereador Ricardo Valois (PT), disse que daria continuidade ao projeto, visando maior transparência e recuperação da credibilidade do legislativo municipal.

A assessoria de Robson Leite explicou ainda ao blog que o vereador vem tentando viabilizar o projeto de criação da TV Câmara, mas no momento a grande barreira seria a falta de verba. A assessoria preferiu ser discreta e não quis comentar o fato de alguns vereadores não concordarem com a criação da TV por temerem a repercussão das plenárias. 


Prefeitura Jaboatão abre seleção simplificada para contratação de 35 profissionais de educação física


A prefeitura de Jaboatão abriu hoje uma seleção simplificada para a contratação de 35 profissionais de educação física para atuarem no programa esportivo "Segundo Tempo". Para se candidatar as vagas, os interessados devem ter ensino superior na área de educação física ou esportes, além de experiência comprovada. 

As vagas são de coordenador geral, setorial e de núcleo. Os salários vão de R$ 900 a R$ 2,400, dependendo da função. As inscrições começam hoje e vão até o dia 01 de março, na Secretaria Executiva de Esportes, Lazer e Copa, situada na Rua José Nunes da Cunha, nº. 188, Piedade. O horário de atendimento é 08h às 12h e das 13h às 17h.

Para consultar maiores informações e o edital, clique aqui

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

VÍDEO: Leitor flagra esgoto a céu aberto na praia de Candeias, em Jaboatão

Quando falamos em saneamento básico, Jaboatão está longe de ser motivo de orgulho para os moradores. Com menos de 2% de coleta e tratamento de esgoto, nossa cidade é a 3ª pior em saneamento do Brasil, de acordo com estudos divulgados no ano passado pelo Instituto Trata Brasil.

E o leitor Reinaldo Medeiros, nos avisou pelo Facebook que na orla de Candeias o esgoto escorre a céu aberto, colocando em risco a saúde dos banhistas, além de afastar os turistas. Ele fez até um vídeo mostrando o problema. Confira: 

video

Vereadores de Jaboatão apresentam resistência a maior transparência da casa

Última tentativa de criação da TV Câmara foi em 2011. De lá pra cá projeto encontra-se engavetado

Post atualizado com a informação de autoria do projeto da TV Câmara 

Em Janeiro deste ano, quando tomou frente da mesa diretora da câmara de vereadores de Jaboatão, o vereador Ricardo Valois (PT), assumiu o compromisso público de trabalhar em prol da transparência da casa, além de tentar aproximar os vereadores da população. Mas ao que tudo indica, a tarefa está sendo nada fácil, já que muitos vereadores continuam resistentes às mudanças e veem qualquer tentativa de tornar público o que acontece no legislativo uma constante ameaça. 

Valois tem muitas ideias interessantes, como criar um site mais moderno e sempre atualizado, além de dar prosseguimento ao projeto de criação da TV Câmara, que num primeiro momento teria transmissão através da internet. Mas nos bastidores do poder, vários vereadores tremem só de ouvir falar em transmissão ao vivo das planárias...

Apesar de não admitirem publicamente, alguns parlamentares vem fazem de tudo para que a câmara continue sem qualquer contato com o povo, para que ninguém saiba ao certo o que se passa lá dentro. Alguns já chegaram até a propor que, caso a TV câmara seja criada, que não haja transmissões ao vivo e que todo audiovisual seja editado e filtrado, para mostrar apenas o conteúdo que eles querem. 

Vale lembrar que o projeto da TV Câmara foi apresentado em 2009 pelo vereador petita Robson Leite. Em 2011, o antigo presidente da Câmara, o vereador Neco (PSC), prometeu tirá-lo do papel, mas até hoje nada...  será que algum dia esse projeto se torna realidade? 

Acontece em Jaboatão (26/02/2013)...

Câmara e troca de cargos - o presidente da câmara de vereadores de Jaboatão, Ricardo Valois (PT), criticou alguns blogs que andaram publicando que a câmara abriria mão da verba indenizatória em troca de cargos com o executivo. Valois desmentiu a história e disse que a decisão de não receber mais verba indenizatória foi aprovada por todos os vereadores, sendo a câmara a primeira a abolir o benefício em todo Estado de Pernambuco. Ok, nós entendemos, mas que os vereadores indicam cargos, isso eles indicam. E às vezes pessoas não tão aptas a função trabalham por lá (ou no executivo) ganhando altos salários, com carga horária bem flexível,  se é que vocês me entendem... 

Modelo de Gestão - o prefeito Elias Gomes (PSDB) esteve em Manaus na semana passada, onde apresentou seu modelo de gestão, baseado com foco no monitoramento dos resultados. O gestor palestrou ao lado do prefeito da capital do Amazonas, Arthur Virgílio Neto, e do governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia. Elias explicou como funciona o modelo do software chamado SIMAG (Sistema de Informação e Monitoramento da Ação Governamental), onde se pode acompanhar tudo que se passa nas 7 regionais de Jaboatão em tempo integral, como o andamento das obras por exemplo. 

Ação nas ruas em prol do IPTU - a ação de colocar agentes nas ruas de Jaboatão alertando da importância de se pagar o IPTU foi constrangedora. A população mal dava atenção aos agentes (tadinhos...) e muitos diziam na cara que não pagavam IPTU porque não tinham retorno. Nas redes sociais, vários internautas ironizaram até mesmo as campanhas na TV, Outdoors e jornais, dizendo que elas foram mais caras do que o que a prefeitura conseguiu arrecadar com o imposto. Este ano a taxa de sonegação ultrapassou os 73%. 

Capacitação dos taxistas de Jaboatão - Com o objetivo de melhorar a qualidade no atendimento prestado pelos taxistas aos turistas que venham visitar Jaboatão dos Guararapes, a prefeitura do município, em parceria com a Empresa de Turismo de Pernambuco (EMPETUR), está capacitando esses profissionais. Os taxistas terão aulas de atendimento, inglês e espanhol. Para participar dos cursos os taxistas devem procurar a Secretaria Executiva de Desenvolvimento Econômico, Ciências, Tecnologia e Turismo (SEDECTT), localizada na  Avenida Bernardo Vieira de Melo,631, em Piedade. O horário de atendimento é de 8h às 17h. Excelente iniciativa! 

Em Jaboatão, limpeza do Canal de Setúbal chega a Lagoa Olho D'água

Lagoa Olho D'água, Jaboatão
A limpeza do canal de setúbal, o maior e mais importante da zona sul de Jaboatão, chegou as margens da Lagoa Olho D'água. Na manhã de hoje (26), a escavadeira da prefeitura retirou uma grande quantidade de lama retirada das margens do canal. A ideia é aprofundá-lo para facilitar o escoamento da água durante o inverno, já que a lagoa está completamente assoreada. 

O Canal de Setúbal se inicia no Recife e se estende até Barra de Jangada, em Jaboatão, margeando a lagoa. Em Barra de Jangada o canal se liga a outro canal, o canal Olho D'água (canal que liga a lagoa ao mar) e desemboca os dejetos sem nenhum tratamento no rio Jaboatão e na praia na praia de Barra de Jangada. 

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Sem infraestrutura adequada, bairros da zona sul de Jaboatão não estão preparados para receber novos moradores

Sem ruas pavimentadas, rede coletora e de tratamento de esgoto, bairros de Piedade e Candeias crescem sem planejamento urbano adequado

Sem infraestrutura adequada como ruas pavimentadas, esgoto e transporte público suficientes, a zona sul de Jaboatão receberá milhares de novos moradores nos próximos meses. Apenas com a inauguração dos conjuntos habitacionais Piedade Life e Praia de Piedade, prevista para este ano, estima-se que a localidade tenha um aumento de moradores em mais de 15 mil pessoas. 

Construídos pela iniciativa privada e financiados pelo programa do Governo Federal "Minha Casa Minha Vida",  esses habitacionais são direcionados à classe média e estão localizados no limite entre os bairros de Candeias e Piedade. As obras dos habitacionais começaram  há pouco mais de 3 anos, estão bem avançadas e algumas unidades já começaram a ser entregues. 

Mas a rapidez da iniciativa privada não é a mesma do poder público e várias obras de infraestrutura prometidas na localidade sequer saíram do papel, comprometendo a qualidade de vida dos antigos e dos novos moradores. 

A ampliação da Rua Aniceto Varejão até a Lagoa Olho D'água é um dessas obras que ficou apenas na promessa, o que demonstra claramente a dificuldade do poder público em acompanhar a demanda por novas moradias e o consequente crescimento das cidades.  

Localizada ao lado dos gigantescos residenciais Piedade Life e Praia de Piedadea rua Aniceto Varejão se liga a Av. Bernardo Vieira de Melo e seria o acesso principal a esses condomínios. Inclusive, muitos proprietários compraram os imóveis com a promessa das construtoras de que a Aniceto Verejão seria contemplada com obras. Em 2010, a própria prefeitura de Jaboatão prometeu publicamente obras de requalificação da rua, com o revestimento do canal e continuação da via até a lagoa Olho D'água, o que não aconteceu até hoje. Atualmente, no lugar da rua  existem habitações irregulares, além de um canal sujo e abandonado.


A partir deste trecho (final da rua) a Rua Aniceto Varejão é bloqueada por moradias irregulares. Logo em seguida, um canal se estende por onde deveria ser a rua
Mas os problemas de infraestrutura não se limitam apenas a Rua Aniceto Varejão. Na localidade onde os condomínios estão sendo erguidos não existe coleta ou tratamento de esgoto, a oferta de transporte público está saturada e a maior parte das ruas não são pavimentadas - "A prefeitura de Jaboatão começou a pavimentação de duas ruas no ano passado, antes da eleição. Apenas uma foi terminada, mas a Rua Aracatú está inacabada, com muita poeira e buracos" - reclama o morador Francisco Oliveira. 

As barreiras sociais e  de mobilidade entre o Espinhaço da Gata e as novas habitações


Parte abandonada da R. Aniceto Varejão. Canal e muros dividem comunidade dos novos condomínios.  Projeto foi aprovado sem contemplar vias públicas 
Caminhando na parte abandonada da Rua Aniceto Varejão é possível constatar como Jaboatão está crescendo de forma mal planejada e excludente. De um lado, os novos habitacionais com toda infraestrutura, enquanto do outro, a antiga comunidade do "Espinhaço da Gata". 

Existente há quase 30 anos, o Espinhaço da Gata cresceu às margens do bairro de Piedade e nunca viu o progresso chegar. Ruas sem pavimentação e esgoto a céu aberto fazem parte da rotina da comunidade. Água encanada só chegou oficialmente no ano passado. Outrora, os moradores se viravam com ligações clandestinas.

Os limites que dividem o Espinhaço da Gata dos novos habitacionais está demarcado por um canal sujo e improvisado. A alvenaria chegou apenas na margem do condomínio. O outro lado do canal continua na terra, num nível topográfico bem mais baixo e suscetível a futuros alagamentos. 

Além dos problemas de infraestrutura, a aprovação dos novos empreendimentos imobiliários criou barreiras sociais e na mobilidade de Jaboatão. Os terrenos onde foram construídos os habitacionais são totalmente murados e juntos possuem quase 70 mil metros quadrados, uma área correspondente a quase 10 estádios de futebol. São quadras e mais quadras fechadas, sem nenhuma rua de acesso  público cruzando as dezenas de prédios.  As 7 ruas que deveriam se estender da Rua Aniceto Varejão por dentro do empreendimento até a Rua Jangadeiro foram bloqueadas, isolando os antigos dos novos moradores e prejudicando a mobilidade da cidade. 


Maria José mora no Espinhaço da Gata
Maria José é dona de casa e uma das moradoras do Espinhaço da Gata. Desolada, ela vê o crescimento dos condomínios fechados, mas nenhuma melhoria na sua comunidade - "Faz 30 anos que moro aqui e nunca vi nenhuma melhoria. Seria muito bom que a prefeitura abrisse a Rua Aniceto Varejão e beneficiasse a nossa comunidade também. Essa obra traria o progresso e mais movimento para a nossa comunidade" - desabafa

Seta verde localiza o terreno onde os habitacionais estão sendo construídos. Você pode navegar pelo mapa e pelo Google Street  View para conhecer melhor a região. Vale lembrar que os conjuntos ainda não aparecem totalmente no terreno, pois a imagem captada pelo google já tem mais de 3 anos. 


Ver mapa maior

Em explicação ao nosso blog no ano passado, a prefeitura de Jaboatão informou que as obras na Rua Aniceto Varejão não começaram conforme o prometido porque a obra seria financiada pelo governo federal, mas em virtude dos cortes orçamentários, a prefeitura ficou sem os recursos necessários para tocar o projeto. A prefeitura não soube dizer quando a obra na Aniceto Varejão deve começar. Com relação as obras paralisadas na rua Aracatu, também não foi dado um prazo de quando a obra será retomada. 

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Assaltante que matou mulher dentro de ônibus em Jaboatão é preso


Foi preso o assaltante que matou Suany Muniz Rodrigues, de 33 anos, na última quarta-feira (20), durante investida ao ônibus da linha Barra de Jagada/Curado IV, na BR 101 em Prazeres - Jaboatão. Ele foi identificado como  Leandro Assis da Silva, de 29 anos.

Leandro foi reconhecido através da divulgação das imagens das câmeras de segurança do ônibus. Em entrevista a Rádio Jornal, o assaltante disse que o o tiro foi acidental. O suspeito deverá ser encaminhado ao presídio ainda hoje. 

Sob forte comoção de amigos e familiares, Suany foi enterrada no Cemitério da Várzea na tarde de ontem. 

Prefeitura de Jaboatão volta atrás, diz que houve equívoco e finalmente casarão da usina Bulhões será preservado


A prefeitura de Jaboatão acabou de entrar em contato com o blog para corrigir a informação publicada de que o antigo casarão da usina Bulhões seria derrubado para dar espaço ao novo IFPE. De acordo com a assessoria de imprensa do município, houve um equívoco na informação repassada ao blog e o casarão não será derrubado.

"O Casarão pertencente à Usina Bulhões, em Jaboatão Centro, não será derrubado para a instalação no novo Campus do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). Pelo contrário, será preservado e servirá como um atrativo histórico e turístico que irá incrementar a paisagem do local. Vale salientar que o terreno onde será instalado o IFPE fica ao lado do que compreende o prédio histórico da Usina Bulhões" - nos explica o assessor de imprensa da prefeitura Márcio Santana, acrescentando que a prefeitura está vendo a questão da possível restauração do patrimônio.

Realmente uma notícia boa, que nos tira um enorme aperto do coração. Quem já se viu derrubar um prédio do patrimônio para construir um centro educacional? Mas enfim, assunto encerrado e agora vamos cobrar a restauração do prédio, pois nos últimos anos a história de Jaboatão está sendo destruída, nada é preservado... 

Casarão da Usina Bulhões será derrubado para dar espaço ao novo IFPE de Jaboatão

    Imagem: Marcelo Ferreira
Antigo Casarão da Usina Bulhões
Atualizado às 12h00 

Após mais de 3 anos de impasse, foi finalmente definido onde será construído o nova unidade do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). A nova unidade educacional será construída num terreno de 37.579 m2, nas margens da PE-07, em Jaboatão Centro. O terreno é pertencente a Usina Bulhões e para dar lugar ao novo IFPE, um antigo casarão da usina será destruído, como confirmou nosso blog agora a pouco com a assessoria de imprensa de Jaboatão. 

Vale lembrar que o engenho Bulhões tem uma história bastante antiga e começou a moer a cana de açúcar desde 1587. O engenho foi de propriedade de várias famílias tradicionais da época. Um fato interessante é que Maurício de Nassau esteve no engenho Bulhões em 1640 e realizou uma assembléia de cunho democrático com vários senhores de engenho da época.  

Infelizmente um local tão rico no ponto de vista histórico terá seu último casarão destruído, numa prova da mais pura ignorância por parte dos nossos gestores. Não seria possível construir o IFPE preservando e restaurando o antigo casarão, e consequentemente, a história do município? Como se constrói um centro educacional e se destrói a história? Não seria contraditório?

Só para lembrar, a barbárie de destruição do casarão começa em 15 dias, com o início da terraplenagem do terreno. 

Atualização da informação: a prefeitura de Jaboatão entrou em contato para dizer que houve equívoco na informação repassada ao blog de que o casarão seria derrubado. De acordo com a prefeitura, o antigo casarão da usina Bulhões não fica no terreno onde será construído o novo IFPE, mas ao lado. A prefeitura disse ainda que estuda a possibilidade de restaurar o imóvel, o que será um incremento a mais no projeto de construção do novo IFPE (Leia mais)

Permissionários de Jaboatão estão se queixando do alto valor do equipamento para leitura do VEM


Alguns permissionários do transporte alternativo de Jaboatão vem se queixando do alto valor cobrado pela prefeitura para a instalação dos equipamentos de leitura do cartão VEM. Esta semana, a prefeitura atendeu a uma recomendação do Ministério Público e começou uma fiscalização com o intuito de retirar de circulação os 60 veículos que ainda não tem o equipamento instalado.

De acordo com a própria prefeitura, o equipamento mais a instalação custam R$ 10.450 e o pagamento pode ser facilitado através de financiamentos. Mesmo assim, muitos que estão em atraso reclamam que o valor é muito salgado. 

Além disso, o sistema instalado em Jaboatão, assim como o cartão VEM, não é o mesmo do Recife, ou seja, o cartão VEM em uso atualmente por aqui não é aceito nas outras cidades da Região Metropolitana do Recife, são aceitos apenas em Jaboatão. E mais, apenas 1 mil cartões do novo VEM estão em operação em Jaboatão (fase de testes). Não há previsão de quando o sistema será integrado ao do Recife. 

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Mobilidade: as sofríveis calçadas de Jaboatão dos Guararapes

Dando continuidade ao tema mobilidade, hoje nosso blog vai abordar a situação sofrível a qual se encontram as calçadas de Jaboatão dos Guararapes. Sem calçadas adequadas, o município está longe de ser uma cidade onde o pedestre tem prioridade quando o quesito é mobilidade. Num passeio rápido pela zona sul da cidade, área considerada nobre e com alto IPTU, nosso blog fez vários flagras de veículos estacionados irregularmente, calçadas obstruídas por postes, comércio irregular, além de buracos e bueiros abertos. Confira nas imagens:

Rua Aniceto Varejão - Candeias, Jaboatão dos Guararapes
Na Rua Aniceto Varejão, nosso blog encontrou várias irregularidades. Num trecho da rua, um poste invade toda calçada e o pedestre precisa descer até a pista para continuar o percurso. Mas adiante, nas proximidades de uma loja de material de construção, a calçada tem um enorme buraco não sinalizado, dificultando a passagem dos pedestres, principalmente crianças, idosos ou os portadores de alguma necessidade especial. 

Rua Aniceto Varejão, nas proximidades da orla
Ainda na Rua Aniceto Varejão, num trecho de tráfego intenso, um caminhão de uma empresa de refrigerante descarrega no supermercado Soberano, em pleno horário de pico, obstruindo toda a calçada e obrigado os pedestres a se arriscarem em meio aos veículos. Moradores denunciam que a infração neste local é diária. E como sempre, nosso blog não viu nenhum guarda de trânsito neste local (os guardas de trânsito de Jaboatão parecem que evaporaram...). 

Ruas Aníbal Ribeiro Varejão (esq.) e Jangadeiro (dir.)
Apesar dos esforços recentes da prefeitura, que requalificou algumas calçadas no ano passado, nosso blog flagrou vários buracos abertos nas calçadas dos bairros de Piedade e Candeias. Na imagem, bueiros abertos na Rua Aníbal Ribeiro Varejão e na Rua Jangadeiro.

Se a situação na área nobre está deste jeito, você já pode imaginar como a periferia da cidade está. Mas este é assunto para outro post... 

OPINIÃO: Jaboatão não investe porque não tem dinheiro e não tem dinheiro porque não investe

É aceitável Jaboatão ter seu orçamento comprometido por causa da alta sonegação de IPTU? É possível gerar outras formas de arrecadação? 

Por Herbert Fernandes

Sem consegui gerar outras fontes de receita, Jaboatão insiste em tentar aumentar a arrecadação de IPTU, que teve sonegação recorde de 73% neste ano. Ações porta a porta, campanhas caras em TV, apelo do prefeito nas redes sociais e promessa de mais rigor na punição aos devedores são as tentativas desesperadas do município para tentar reverter esta situação e, consequentemente, dar uma folga no apertado orçamento deste ano. Mas não seria perigoso ter o orçamento de uma cidade como Jaboatão comprometido pela sonegação do IPTU? É possível gerar outras formas de arrecadação? E afinal, por que ninguém paga IPTU na nossa cidade? 

Começando pela inadimplência, a primeira ideia que nos vem a mente para tentar responder a esta questão da sonegação é: a população não acredita que o dinheiro pago será revertido em benefícios, pelo próprio histórico que Jaboatão tem ao longo de décadas de corrupção e descaso com a infraestrutura da cidade. Mesmo assim, o prefeito insiste em tentar arrecadar mais IPTU, tentando convencer sem sucesso a população que o município mudará arrecadando apenas este imposto, como se o IPTU fosse a única fonte de arrecadação de uma cidade. Discurso superficial e estratégia errada.

O que acontece hoje em Jaboatão é que, além da alta sonegação de IPTU, o município não consegue gerar outras fontes de receita, pois possui um setor de serviços e indústria estagnados. No setor de serviços, por exemplo, a falta de investimentos em pavimentação de ruas, esgoto, planejamento urbano, etc. afasta os investidores, algo contraditório, pois atualmente Jaboatão acolhe muitos novos moradores de alto poder aquisitivo (demanda gerada  pelo Pólo de Industrial de Suape). Sem investimento na infraestrutura básica, Jaboatão torna-se uma cidade não atrativa a empresas de turismo, lazer, gastronomia, varejo, dentre tantos outros serviços que os moradores novos e atuais necessitam. Por essas deficiências, muitas empresas optam não se instalarem ou ampliarem seus investimentos por aqui. Um prejuízo aos cofres públicos e ao desenvolvimento da nossa cidade. 

Até mesmo o setor da construção civil teve seu crescimento retido em virtude de decisões políticas equivocadas, da falta de infraestrutura e ausência de projetos de planejamento urbano. Uma das áreas que mais tem potencial para a expansão do setor imobiliário é a região da Lagoa Olho D'água. Mas a autorização para novas construções regulares está congelada há mais de 2 anos  (as construções irregulares continuam crescendo), pois a conclusão dos estudos de macrodrenagem da região estão atrasados. Resultado, grandes investimentos e lançamentos imobiliários estão travados, deixando de gerar renda, impostos e desenvolvimento para esta sofrível área de Jaboatão, que poderia ser melhor aproveitada pelo município, descentralizando os investimentos apenas na orla.

Outro setor que não se desenvolve é o industrial. Nem mesmo a Zona de Livre Circulação de Mercadorias (ZEIS), prometida há 4 anos ficou pronta. A obra caminha a passos de tartaruga e dezenas de grandes empresas deixam de se instalar por aqui, causando um prejuízo fiscal de milhões.

Hoje, o setor que cresce em Jaboatão é o informal, como mercadinhos de bairros, salões de beleza, ambulantes, lojas de bairro, feiras livres, etc. Apesar de gerar renda e fazer a economia local se movimentar, este setor cresce de forma desorganizada e a maior parte não paga os impostos como deveriam. E fiscalização que é bom, nada! Mais uma oportunidade de arrecadação desperdiçada.

Resumindo: o que existe hoje em Jaboatão é baixo investimento em infraestrutura, falta de planejamento urbano, política fiscal frouxa e uma gestão que ainda não conseguiu entender a dinâmica de crescimento que a cidade necessita para captar novos investidores e, consequentemente, arrecadar mais impostos sem depender tanto da arrecadação do IPTU para sobreviver. E a estratégia do prefeito de tentar justificar atrasos e ausência de obras porque o povo não paga o IPTU é como o nosso amigo leitor Tiago Rocha comentou no blog: "É um ciclo vicioso, Jaboatão não investe porque não tem dinheiro e não tem dinheiro porque não investe. No fim, essa conversa do prefeito (de não poder investir sem dinheiro do IPTU) é apenas política para iludir os incautos, para que achem que ele está trabalhando". 

Dia "D" de combate a dengue começa hoje em Jaboatão

Imagem: Marcelo Ferreira (divulgação)
Começa hoje a Campanha Municipal de Combate a dengue da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, intitulada “Dia D”. A ação, que terá inicio no bairro de Socorro e percorrerá todas as Regionais Administrativas da cidade.


Este ano a campanha contará com a mobilização social de agentes de Combate de Endemias, da Vigilância Ambiental, do Grupo Técnico de Educação e Saúde e até do exército, que destinará 40 soldados do 14º Batalhão de Infantaria Motorizada (14º BI Mtz) - Regimento Guararapes, para auxiliar nas atividades.

De acordo com a secretária de Saúde do município, Gessyane Paulino, o objetivo da campanha é sensibilizar a população sobre a importância de prevenir o surgimento de focos do mosquito da dengue em suas residências. Serão desenvolvidas diversas ações como visitas domiciliares para identificação e eliminação de criadouros do mosquito, além de panfletagem, com o intuito de intensificar a atividade de educação em saúde.

A integração entre as diversas áreas da Prefeitura será a tônica da iniciativa. A pasta de Educação irá convocar as escolas da Regional participante a se engajar na campanha. Os alunos poderão participar de oficinas de pintura e jogos de conhecimentos sobre a doença. Paralelo a isso, apresentações de peças teatrais, música, dança e outras atividades que tenham como eixo principal a prevenção à dengue serão abordados com os estudantes da rede municipal.

A Secretaria de Serviços Urbanos coordenará a ação de mutirão e recolhimento de recipientes que acumulam água e não são mais úteis à população, a exemplo de pneus, latas, dentre outros. Agentes da limpeza urbana farão a coleta desse material, que será encaminhado ao local adequado. “Assim esperamos eliminar potenciais criadouros do mosquito nessas áreas de risco”, afirmou a coordenadora de Vigilância e Controle da Dengue de Jaboatão, Elizabeth Jerônimo. 

Mulher morre durante assalto a ônibus em Prazeres, Jaboatão



A proposta do nosso blog não é discutir casos  cotidianos de violência, mas não poderia deixar de comentar a triste notícia que nos chega nesta madrugada de quinta-feira (21): uma mulher acabou de ser baleada e morreu durante um assalto ao ônibus da Linha Barra de Jangada/Curado IV. 

De acordo com informações preliminares a vítima foi identificada como Suany Muniz Rodrigues, de 33 anos. O assalto aconteceu na BR 101, em Prazeres e a vítima se negou a entregar seus pertences aos bandidos, por esse motivo banal teria sido baleada. Ela ainda foi socorrida pelo motorista do ônibus, mas não resistiu e faleceu. Os bandidos fugiram. 

Infelizmente, mais um caso de violência brutal na nossa cidade... Cadê a segurança nas ruas nos transportes públicos de Jaboatão? 

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Jaboatão começa a tirar de circulação coletivos municipais que estão sem bilhetagem eletrônica


São 380 veículos na frota, fazendo 21 roteiros. Desses, 246 já estão habilitados
Blitz realizada hoje retirou de circulação 3 veículos sem equipamento de leitura do cartão VEM
Seguindo recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife,começou na manhã desta quarta-feira (20/02) a retirar de circulação os micro-ônibus do Sistema de Transporte Complementar que estão sem o aparelho de bilhetagem eletrônica. A blitz foi realizada em frente à Secretaria Executiva de Trânsito e Transporte, que fica na Avenida Bernardo Vieira de Melo, por onde passam todos os veículos do sistema municipal. Até o final da manhã três veículos foram tirados de circulação. O total de irregulares é de 60.

“São 380 veículos na frota, fazendo 21 roteiros.  Desses, 246 já estão prontos para receber a bilhetagem eletrônica. Os que não estão já começaram a ser recolhidos”, explicou o coronel William Carvalho, secretário Executivo de Trânsito e Transporte do município. “Aqueles que não estiverem devidamente equipados terão o selo de circulação retirado até a instalação do equipamento, que custa algo em torno de R$10.450 mil e pode ser financiado. Com o equipamento instalado e funcionando, o veículo será reintegrado ao sistema. Não haverá danos aos usuários porque os veículos retirados terão as viagens compensadas por outros coletivos”, informou.

Segundo Alex Sandro da Silva, presidente da Cooperativa dos Permissionários do Transporte Público de Passageiros de Jaboatão, o sistema usado no município é novo e será implantado também em todos os veículos do consórcio Grande Recife. “Jaboatão está se integrando ao consórcio Grande Recife e sendo pioneiro na instalação desse novo sistema, que em breve será implantado em todos os veículos integrantes do consórcio. Esse sistema, o Montreal, foi licitado pelo Governo do Estado. O prazo para que os ônibus coletivos intermunicipais comecem a receber também esse tipo de cartão é março deste ano”, disse. Ele explicou que os cartões atuais não funcionam no sistema novo, que está instalado na frota de Jaboatão. Para solicitar o cartão o usuário precisa entrar no site do Grande Recife (www.granderecife.pe.gov.br) e preencher o formulário. O novo cartão chega em cinco dias na residência. Atualmente, um mil usuários já utilizam o cartão.

Alex Sandro também explicou que o próximo passo será a integração com o Sistema de Integração do Metrô e a modernização da frota “Vamos ficar em cima dos permissionários para que eles modernizem a frota. Em breve teremos também o transporte complementar fazendo integração com os terminais integrados de passageiros, indo a roteiros que o ônibus grande não consegue ir, o que vai dar ainda mais comodidade para os usuários. Atualmente são cerca de quatro milhões de utilizações do transporte complementar por mês”, acrescentou.

Os estudantes que precisarem utilizar o novo sistema devem aguardar até março, que é o prazo para iniciarem as confecções dos vales estudantis pelo Grande Recife. Até lá, para ter direito à meia passagem, basta apresentar a carteira de estudante e pagar o valor de R$ 1. A passagem inteira custa R$ 2. A recarga dos novos cartões pode ser feita no próprio coletivo com o cobrador.

APROVAÇÃO – Para permissionários e usuários do sistema de transporte municipal, a implantação do sistema trará benefícios que vão desde a rapidez no pagamento da passagem, até a segurança. “Eu não utilizo normalmente a linha complementar porque não pega o VEM, mas agora vou passar a utilizar porque se torna mais rápido pela oferta de linhas que é maior”, disse Ana Paula Vani, 21 anos, estudante.

“Facilita muito para nós porque não precisaremos mais andar com dinheiro e sim com o cartão, o que traz maior segurança nas viagens” ressaltou Josué Felix, 51 anos, encarregado de obras.

Já para Flávio Tavares, motorista da linha que faz o trajeto Integração da Muribeca – Retorno Beira Mar, o sistema tem sido elogiado pelos usuários. “A instalação foi tranquila e a utilização também está sendo. Os usuários que já têm o novo cartão estão satisfeitos com o sistema”, ressaltou.

Acontece em Jaboatão (20/02/2013)...

De olho nos supermercados - o Procon Jaboatão está fazendo uma operação nos principais supermercados de Jaboatão com o objetivo de checar denúncias de alimentos vendidos com prazo de validade vencido -  ”Semana passada, os fiscais da Prefeitura apreenderam grande quantidade de produtos com a data de validade vencida em bairros da Regional Prazeres. Essa é uma das principais irregularidades encontradas pela nossa equipe" - explica a superintendente do Procon Débora Albuquerque.

E mais... -  de acordo com Débora, o supermercado que for flagrado vendendo mercadoria fora do prazo de validade poderá ser multado de R$ 1 a 4 mil. A superintendente do Procon Jaboatão pede a população que faça as denúncias através do 0800-281-6970. O órgão está localizado na Rua Emiliano Ribeiro, nº 389, em Piedade.

Esgota na praia -  a erosão na orla de Piedade expõe um problema que no passado ninguém percebia: as ligações clandestinas de esgoto até o mar. Sem coleta e tratamento de esgoto, vários condomínios da orla improvisaram as ligações para a areia da praia. Com a erosão, algumas dessas ligações ficaram expostas e o esgoto desemboca pela praia, trazendo mal cheiro e doenças. Nas imediações do prédio Mar Del Plata (2663), na Av. Bernardo Vieira de Melo (Piedade) o esgoto está estourado e indo em direção a praia há vários anos... 

Arrecadação de IPTU em baixa - desacreditada nos benefícios que o imposto pode gerar, a população de Jaboatão está pouco se lixando para pagar o IPTU deste ano, fazendo a sonegação chegar aos incríveis 73%. A prefeitura vem fazendo de tudo para aumentar a arrecadação e o prefeito Elias Gomes tem usado até as redes sociais para tentar sensibilizar o contribuinte. Vale lembrar que você pode pagar o IPTU deste ano até o dia 28/02 e aproveitar os 25% de desconto no pagamento da parcela única. Quem tem IPTU atrasado de anos anteriores tem desconto em 100% nos juros e multas. Vale a pena aproveitar! 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Aniversário: 6 anos de Blog Lagoa Olho D'água


Herbert Fernandes - editor do blog
Boa tarde a todos amigos e leitores do Blog Lagoa Olho D'água. No último dia 16 de fevereiro nosso blog completou 6 anos de existência. É um longo e gratificante período ao lado de vocês, tratando de temas relevantes e importantes de Jaboatão e da nossa Lagoa Olho D'água. 

Hoje estou muito feliz de ter este trabalho reconhecido, um trabalho de formiguinha, independente, que começou denunciando os problemas da lagoa e ganhou dimensões não planejadas. Hoje nosso blog é referência em Jaboatão e as notícias publicadas aqui transcenderam as barreiras da lagoa e contemplam todo o município, repercutindo na grande mídia e agindo como agente democrático e transformador da realidade da nossa cidade. 

Quero agradecer a você leitor que sempre nos visita, que tem credibilidade neste trabalho, que nos manda notícias, que divulga, denuncia, comenta, compartilha links e faz crescer esta rede de colaboradores comprometidos com Jaboatão. A maior recompensa de um blogueiro é saber que o blog está sendo lido e disto não tenho do que reclamar, graças a você leitor! 

Agradeço também as minhas fontes, aos amigos das assessorias de imprensa de Jaboatão, aos jornais e blogs comprometidos da nossa cidade, as ONGs, ambientalistas e aos meus amigos políticos (sim, eles também colaboram para que a gente possa dar as notícias em 1ª mão que vocês tanto gostam...). Agradeço a todos que de alguma forma colaboram para que este espaço dedicado a Jaboatão se mantenha na blogosfera. 

Obrigado a todos! 

Herbert Fernandes

Elias Gomes volta a criticar repasses do FPM e defende divisão dos impostos gerados em Ipojuca

Pólo Industrial  de Suape, Ipojuca

Mal das pernas em virtude da baixa arrecadação de impostos como o IPTU, além da diminuição dos repasses do governo Federal referente ao Fundo de Participação aos Municípios (FPM), Jaboatão está de olho nas riquezas geradas pelo Porto de Suape, na cidade vizinha Ipojuca. 

Em entrevista a Rádio Jornal agora pela manhã, o prefeito Elias Gomes (PSDB), criticou o que ele chama de concentração de investimentos em Suape e defendeu a distribuição da geração de impostos do pólo industrial com os municípios vizinhos: "Em Pernambuco temos o nosso pré-sal, Suape. Foram investimentos de 30 anos que deixaram de ir também para outros municípios, ficando concentrado apenas em Suape. Agora a receita fica só lá. Mas nós, restante dos municípios, também pagamos essa conta. É preciso fazer uma distribuição dos ganhos de Suape. Ipojuca, por exemplo, tem duas vezes o ICMS de Jaboatão por habitante", criticou Elias. 

Com relação ao FPM, Elias disse que as capitais recebem mais investimentos, mesmo que tenham menos habitantes que cidades que não são capitais. O prefeito citou o exemplo de Aracajú: "Aracaju, com 570 mil habitantes recebe um FPM 3 vezes maior que Jaboatão. Precisamos rever essas questões", declarou Elias. 

Obvio que Suape gerou uma maior demanda de investimentos em infraestrutura, trânsito, educação  saúde, etc de cidades vizinhas. Atualmente, grande parte das pessoas que trabalham em Suape moram em Jaboatão e esta questão da divisão dos impostos ainda vai gerar muita polêmica... mas a pergunta que não quer calar agora é: o que o prefeito de Ipojuca está achando de tudo isso? E você, concorda com essa divisão? 

Jaboatão investiu R$ 150 milhões em infraestrutura em 4 anos, diz prefeito Elias Gomes

Imagem: divulgação
O prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), disse em entrevista agora pouco à Rádio Jornal, que o município investiu, num período de 4 anos, o equivalente a R$ 150 milhões de recursos próprios apenas em obras de infraestrutura, o que dá uma média de R$ 37,5 milhões por ano. 

De acordo com Elias, as obras foram principalmente de pavimentação e reestruturação de ruas e avenidas e que, graças a este montante em investimento, Jaboatão ficou no ranking entre os 100 municípios do Brasil que mais investiram em obras de infraestrutura. Contudo, o prefeito não disse qual a posição de Jaboatão e quem realizou esta medição. 

E falando em obras, Elias prometeu que nesta gestão abrirá a Rua Ulisses Montarroios de Prazeres até a Barra de Jangada. A ideia é criar uma nova via que ajudará a desafogar o tráfego nas avenidas Bernardo Vieira de Melo, Ayrton Sena e Presidente Castelo Branco, que são atualmente as principais da zona sul de Jaboatão. 

Elias Gomes confirma que baixará decreto que favorece obras em ruas onde se paga IPTU


Em entrevista a Rádio Jornal agora pela manhã, o prefeito Elias Gomes (PSDB), confirmou que baixará um decreto que favorece obras nas ruas onde os moradores pagam IPTU, como nosso blog já havia antecipado com exclusividade ontem. O prefeito não explicou bem como será feito isso, mas adiantou que vários critérios serão analisados.

"Hoje vou numa comunidade e os moradores me perguntam "quando minha rua será calçada?". Eu pergunto a este morador: 'Você paga IPTU?'. E ai descubro que aquele morador não paga IPTU. Como vamos fazer as obras sem dinheiro? Por isso vou baixar um decreto que vai favorecer as pessoas que pagam IPTU. Quem paga IPTU tem mais direito, salvo algumas exceções, como em comunidades de baixa renda, que não são nem cadastradas, mas precisam dos serviços" - disse Elias Gomes.  

Elias reclamou ainda da alta sonegação de IPTU em Jaboatão, que é superior a 70%, e fez um apelo aos moradores que ainda não pagaram o imposto este ano: "Fizemos muito e podemos fazer muito mais se a maioria pagar o seu IPTU em dia! Agora você tem desconto até 28/02. Fique em dia com a Cidade, pague seu IPTU"

Jaboatão vai tirar de circulação coletivos municipais que estiverem sem bilhetagem eletrônica


Seguindo recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes começou nesta segunda-feira (18/02) a retirada de circulação dos veículos do transporte alternativo municipal que não estiverem equipados com os equipamentos para recebimento da bilhetagem eletrônica, o VEM. 

Segundo o coronel William Carvalho, secretário Executivo de Trânsito e Transporte do município, o processo de instalação começou no ano passado e o prazo para instalação era até dezembro de 2012. “O prazo foi prorrogado e agora, seguindo a recomendação do MPPE, vamos começar a retirar de circulação os veículos da frota municipal que não estiverem com o equipamento. Fizemos esse acordo com os permissionários desde o ano passado”, explicou. 

Atualmente o município conta com uma frota de 380 veículos. Desses, já foram detectados 60 que ainda não instalaram o equipamento. “Os veículos que não estiverem com o sistema instalado e funcionando serão retirados de circulação. Assim que eles instalarem o equipamento poderão voltar a circular normalmente. O intuito é fazer com que o sistema funcione plenamente no município”, disse William Carvalho.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Com sonegação recorde, Jaboatão adorará algumas medidas para aumentar arrecadação do IPTU


Com uma taxa de 73% de inadimplência (dados oficiais deste ano), a prefeitura de Jaboatão anda desesperada para aumentar a arrecadação do IPTU. Além de campanhas caras na TV, rádio e jornais (a internet eles esqueceram este ano, apesar das notícias surgirem e repercutirem por aqui...), o governo municipal prorrogou o prazo de pagamento com desconto até o próximo dia 28/02 e pretende colocar agentes nas ruas para conscientizar a população da importância de se pagar o imposto. Estão correndo contra o tempo para arrecadar cada centavo e tirar as contas do "quase" vermelho. 

Ouvir dizer que ações mais drásticas poderão ser tomadas nos próximos dias, como mais rigor nas fiscalização e até mesmo a realização de um concurso público para contratar mais fiscais. Hoje Jaboatão tem apenas 16, que trabalham em esquema de reversamento e estão longe de dar conta de todo o território e enquadrar os devedores. 

Outra medida que está sendo estudada é favorecer com obras os moradores de ruas que pagam o imposto, pois hoje em Jaboatão tem muita gente que paga e não tem qualquer benefício, enquanto quem não paga tem tudo (ou o mínimo necessário). 

E não acaba por ai não... a prefeitura pretende ainda pegar pesado com os comerciantes sonegadores. O objetivo é não apenas fazê-los pagar IPTU, mas o ISS e ICMS. A sonegação destes impostos é bem alta também... 

E você, acredita que se pagar o IPTU de Jaboatão terá algum benefício? Gostou das medidas que poderão ser adotadas? Deixe sua opinião nos nossos comentários... 

Mobilidade em Jaboatão? Leitor reclama que ruas de Prazeres viraram terra sem lei

Imagem enviada pelo leitor Gutemberg Nascimento
Feirantes voltam a invadir espaço público na Av. Barreto de Menezes, em Prazeres - Jaboatão
O nosso amigo e leitor fiel Gutemberg Nascimento enviou algumas fotos ao blog mostrando como a desorganização e invasão das calçadas e espaço público volta a tomar conta das ruas do bairro de Prazeres, em Jaboatão. Sem guardas de trânsito ou fiscais de controle urbano, automóveis tomam conta das calçadas e os feirantes voltam a invadir as principais ruas do bairro, como a Av. Barreto de Menezes, bem ao lado da prefeitura. O leitor questiona a recém criada secretaria de Mobilidade Humana, que até agora não serviu para nada. Veja o que nosso leitor nos canta:

"Olá Hebert!

Hoje, em uma tentativa de caminhada pelas calçadas de Prazeres, fique a perguntar à que veio a Secretaria de Mobilidade Humana da prefeitura de Jaboatão. As calçadas estão repletas de comerciantes e automóveis. Será que a prefeitura irá dizer que não tem recursos?

Ora, basta fiscalização que o problema será resolvido. Triste terra esta de Jaboatão! Enquanto o Recife começa a retomar os espaços públicos para a população, continuamos na idade das cavernas. Aqui o que temos é muita notícia midiática, mas nada sai do papel concretamente. Segue fotos anexas tiradas hoje por mim.

Gutemberg Nascimento"


Na Rua Santo Elias, veículos estacionam nas calçadas e pedestres se arriscam na pista

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Micareta: Prefeitura de Jaboatão nega patrocínio ao PE Folia deste ano



Após a nota publicada no nosso blog afirmando que o PE Folia já tem data marcada (28 de abril) a prefeitura de Jaboatão se manifestou e explicou que não vai patrocinar a festa este ano, mas que dará apenas o apoio operacional (organização de trânsito, segurança, fiscalização, etc). Confira a nota enviada pela prefeitura ao nosso blog: 

Mesmo considerando tratar-se o PE Folia de um evento que atrai público e promove o turismo de Jaboatão dos Guararapes, a Prefeitura não vai patrocinar a festa promovida pela empresa Antonio Bernardes Produções Artísticas (ABPA), prevista para o mês de abril. “Vamos manter o posicionamento adotado em relação ao Carnaval. Os recursos têm como prioridade a conclusão de obras como escolas, unidades de saúde e pavimentação de ruas, entre outras”, explicou a secretária de Desenvolvimento Social, Karla Menezes. 

Ela disse que a gestão tem interesse que o PE Folia seja realizado mais uma vez em Jaboatão dos Guararapes, mas ressaltou que o evento não é da Prefeitura, mas de uma empresa privada, assim como ocorre com o desfile do Galo da Madrugada, no Recife. A Prefeitura oferecerá apoio em relação a serviços institucionais a serem definidos em reunião com os representantes da ABPA.

Assessoria de imprensa da prefeitura de Jaboatão

PPP do saneamento será assinada hoje e prevê quase R$ 1 bilhão de investimentos em Jaboatão


Rua Nossa Senhora do Loreto, Jaboatão
A Compesa assina logo mais a tarde a Parceria Público Privada (PPP) do saneamento, que promete universalizar os serviços de esgotamento sanitário num prazo de 12 anos em 15 município do Grande Recife, incluindo Jaboatão dos Guararapes. Serão beneficiadas 3,7 milhões de pessoas e  o contrato em parceria com empresas privadas vai durar 35 anos.

Apenas em Jaboatão, a Compesa prevê investimento de mais de R$ 1 bilhão até 2022. A promessa é sanear 30% do território urbano de Jaboatão até 2016 e 100% até 2022. Hoje Jaboatão é a 3ª pior cidade em coleta e tratamento de esgoto do Brasil, tendo taxa de coleta e tratamento inferior a 2%, de acordo com estudos divulgados no ano passado pelo Instituto Trata Brasil. 

Acontece em Jaboatão (15/02/2013)...

Em defesa dos animais - a Associação de Desenvolvimento do Meio Ambiente de Pernambuco (ADEMAPE), realizará no próximo dia 22 de fevereiro a I Fórum de Debates em Defesa dos Animais. O evento acontecerá na câmara de vereadores de Jaboatão dos Guararapes, a partir das 19 horas e discutirá políticas públicas para evitar que os animais sejam maltratados. Os organizadores prometem a participação de autoridades como os prefeitos de Jaboatão, Escada, Primavera, Gravatá e Caruaru. Também espera-se a presença do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, além do Secretário Executivo do Direito dos Animais, Rodrigo Vidal. 

Dia "D" de Combate a dengue - no próximo dia 21/02, acontecerá o dia "D" de combate a dengue em Jaboatão. Este ano, a prefeitura se uniu ao exército para combater a doença. Cerca de 50 soldados do 14º Batalhão de Infantaria Motorizada já estão sendo treinados  pelo município e devem ajudar os agentes de saúde na caçada ao mosquito. 

Atores insatisfeitos - os atores de Jaboatão estão nada satisfeitos com a prefeitura. O único teatro da cidade, O cine Teatro Samuel Campelo, está há mais de 3 anos em reforma e, pelo menos por enquanto, nenhuma previsão de finalização das obras. A classe artística reclama ainda que na zona sul de Jaboatão (praias)  não existe uma única casa de espetáculos e não se acanham em dizer que o governo municipal não valoriza nem um pouco a cultura...

PE Folia 2013 - está em negociação a realização do PE Folia 2013 na orla de Jaboatão. A data do evento será possivelmente dia 28 de abril e duas bandas já estão reservadas: Chiclete com Banana e Saulo Fernandes. A micareta, organizada pelo produtor Antônio Bernardi,  em parceria com a prefeitura de Jaboatão, acontece sempre na Avenida Bernardo Vieira de Melo, nas imediações do Shopping Guararapes (atualizado às 13h16). 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Jaboatão decreta luto oficial pelo falecimento de Fernando Lyra


Amigo de décadas do ex-ministro da Justiça Fernando Lyra, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), decretou luto oficial de três dias como forma de manifestar pesar pelo seu falecimento ocorrido na tarde desta quinta-feira (14), no Instituto do Coração, em São Paulo, onde se encontrava internado desde o final de dezembro do ano passado.

Apoiador de Fernando Lyra em 1978 em sua campanha para a Câmara dos Deputados, quando obteve mais de cinco mil votos, sendo proporcionalmente um dos deputados federais mais votados da história política do Cabo de Santo Agostinho, Elias Gomes, que à época exercia o mandato de vereador, disse que Pernambuco e o Brasil perderam um político que, mesmo sem mandato há anos, soube opinar e influir sobre questões cruciais da vida do país.

Morador da praia de Piedade, Fernando Lyra trocava ideias frequentemente com Elias desde que o tucano se elegeu para o primeiro mandato de prefeito de Jaboatão, em 2008. “Fernando Lyra, com a sua credibilidade e influência, abria portas para Jaboatão nos governos estadual e federal”, ressaltou o prefeito. A proximidade e a relação de confiança fez com que Elias chegasse a sondar Fernando Lyra sobre a possibilidade de ele candidatar-se a vice-prefeito pelo PSB, mas Lyra não podia, pois não tinha filiação partidária.